25.9.13

Desenhando o Bom Doutor



No dia 31 de agosto fui ao show do grande Dr. Lonnie Smith, no Jazz na Fábrica, festival organizado pelo SESC SP. O Dr. é uma lenda viva do Soul Jazz, tocando e compondo há mais de 50 anos, sempre com grande inventividade e com muito swing.


Como agora desenhar em shows tornou-se um hábito, não pude resistir a registrar o show nas páginas do sketchbook.

\
Fiz esse sketch durante o show em grafite, marcando os volumes e os valores. A cor acrescentei depois, com marcadores AD e lápis pastel Albion.

Momento fantástico no bis:
o Dr. volta sozinho ao palco, apoiado por sua bengala.
De repente começa a tocar um solo com ela, a bengala,
que está "eletrificada" e funciona mais ou menos como um baixo elétrico. Incrível.



Depois do show, o Dr. recebeu os fãs com simpatia e alegria contagiantes, autografando CDs e conversando muito com todos. Mostrei meu sketchbook, ele pareceu gostar muito da idéia de ter seu show desenhado, e generosamente autografou um retrato seu. 


:: ::
www.drlonniesmith.com

24.7.13

O 1º Livro a Gente Nunca Esquece


Sexta-feira, dia 26, será a Noite de Autógrafos da coleção Sketchbook Experience. Estarei junto de outros 17 artistas assinando os exemplares dos livros.


Quando iniciei esse sketchblog, há 7 anos, não poderia imaginar que obteria tantos frutos por perseverar na prática do desenho descompromissado. Estou caminhando para uma linguagem pessoal, desenhar se tornou bem mais natural, e um livro coletando esses resultados é um marco inesperado destas conquistas.

Veja uma prévia do livro no vídeo abaixo:


A coleção Sketchbook Experience é mais uma tacada de mestre do grande Ricardo Antunes. Se já não tinha palavras para dizer minha admiração pelo trabalho dele em prol da ilustração, agora que ele me honrou com o convite para participar da coleção fico definitivamente atônito. Pois à admiração somou-se uma gratidão sem medida.

Outro amigo de quem sou muito grato é o Spacca, que gentilmente escreveu um generoso prefácio para o livro.

A Noite de Autógrafos ocorrrerá junto do tradicional encontro de ilustradores de Sampa, o Bistecão Ilustrado, no restaurante Sujinho, na Rua da Consolação sentido Jardins.

Esse será um Bistecão mais do que especial. Além de mim estarão lá autografando seus livros os artistas:

1. André Toma 
2. Baptistão 
3. Benicio 
4. Bernardo França 
5. Fábio Corazza 
6. Gilberto Lefevre 
7. Gilberto Marchi 
8. Hiro 
9. Leo Gibran 
10. Marcio Morais 
11. Minighitti 
12. Negreiros 
13. Schaal 
14. Rui de Oliveira 
15. Orlando 
16. Spacca 
17. Zé Otavio

Cada livro será vendido por R$ 30 em dinheiro ou cheque.

Para quem também quiser participar do Bistecão paga a consumação mais uma caixinha de R$ 5.

Espero que eu possa dividir a alegria desta noite com muitos amigos que fizeram parte de alguma forma deste caminho. E também com os inúmeros professores que tive, como escrevi na dedicatória "foram eles quem fizeram este livro".


:: :: :: :: 
Noite de Autográfos da coleção Sketchbook Experience
Bistecão Ilustrado Especial
Sexta-feira, dia 26
das 20h às 23h

Restaurante Sujinho
Rua da Consolação, 2068 (sentido Jardins)
Consumação + R$ 5 de caixinha

estacionamento ao lado

16.5.13

SketchBlog para quê?

Em pouco mais de um mês este blog completará 7 anos. Eu não o tenho atualizado freqüentemente, apenas uma meia dúzia de vezes anualmente. Tenho perguntado-me se vale a pena continuar o projeto.

Há hoje muitos meios eficientes de divulgar desenhos e idéias. Será que há algo que o formato SketchBlog pode oferecer que não está coberto pelos serviços de Facebooks, Instagrams e afins?

Bom, agora há pouco, quando preparava-me para apagar o blog, comecei a reler os posts antigos e percebi algo. Aqui eu posso ver o desenvolvimento de uma certa linguagem gráfica, posso ver caminhos que abandonei e trilhas que descobri. Posso ainda, de uma certa forma, conversar comigo mesmo, concordando e discordando das escolhas estéticas que tomei.

Não sei se isso tem utilidade para mais alguém, porém para mim é razão suficiente para insistir no formato por mais algum tempo.

Desenho de observação - marcadores Sharpie e caneta Posca branca - 13 de Abril
As atualizações aqui continuarão raras, pois o formato e o foco pedem um tempo para preparar cada post, o que é bem difícil de se ter. Portanto também devo começar outro canal para publicações mais rápidas e onde eu possa sair do tema "sketch", publicando artes, fotos, notas de momento.

Obrigado pela audiência de todos.

21.8.12

Antes de irem para a gaveta

Fabio P. Corazza posando no SketchPROP.
Com o passar das semanas formam-se  pequenas pilhas de desenhos e estudos aqui no estúdio. Assim, mais ou menos a cada dois meses tiro um tempo para organizar essas folhas, descartando a maioria e arquivando umas poucas.

Hoje pude digitalizar alguns dos desenhos que estavam por aqui, e os publiquei abaixo.

Para começar quatro desenhos do último SketchPROP que ocorreu durante o "Paçoca no Quintal", encontro de artistas promovido pela modelo e atriz Renata Novaes.

As poses da noite foram de 10 minutos, e a iluminação dramática ajudou bastante a compor as cenas. Usei como de costume os marcadores Sharpie e a Posca branca. Como o tempo era curto os meios tons foram feitos com marcadores ao invés das hachuras. No geral gostei do efeito.


Rômulo Santos posando no SketchPROP.

Iara Furuse Abigalil posando no SketchPROP.

 Julius Schadeck posando no SketchPROP.



E abaixo estão alguns desenhos variados.
Durante um passeio com minha filha no parque Piqueri deu tempo para um desenho da caixa de areia.

No show do Ari Borger Quartet em 13 de julho no SESC Belenzinho. Quase um SketchJazz! privativo :-).

Flávio Guimarães, convidado no show do Ari Borger Quartet.


Uma vista do viaduto Cangaíba em 2 de Julho.

36º SketchCrawl em 14 de julho no bairro da Liberdade.


Um desenho do almoço de 29 de junho enquanto esperava meu pedido 

22.7.12

Sketches no Festival de Inverno

Um de meus passeios recorrentes é visitar o Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão. É sempre revigorante poder apreciar mesmo que por poucos dias os concertos e apresentações. E claro que as atrações são também ensejos ótimos para exercitar o desenho.

A energética apresentação de Hagai Shaham inspirou um sketch que gostei bastante.
Pena que representei um momento de concentração, deixando de lado a doçura e vivacidade do músico.
Fica para uma próxima.

O quarteto de cordas do Grupo
de Câmara do festival na Igreja Santa Terezinha.
Para quem não conhece, todo ano no inverno essa cidade na Serra da Mantiqueira acolhe esse festival de música erudita, onde bolsistas selecionados têm a oportunidade de estudar por um mês com renomados professores nacionais e internacionais, e onde são apresentados concertos e audições para o público.

Esse modelo, conhecido como "festa e aprendizado", foi instituído pelo grande maestro Eleazar de Carvalho em 1973, já na terceira edição do festival. Hoje, depois de mais de quarenta anos, o evento é o mais importante festival de música erudita da América Latina.

Este ano o festival está em sua 43ª edição. Começou no dia 30 de junho, e terminará no dia 29 de julho. Como de costume há apresentações gratuitas e pagas - os preços variam de R$ 10 a R$ 80. E aos domingos há também concertos na Sala São Paulo, uma boa opção para quem não pôde deixar a capital. Uma novidade desta edição é o intercâmbio internacional, que trouxe estudantes de muitas das maiores instituições mundias de ensino da música. É fantástico poder testemunhar a energia do embate dessas várias escolas, como: o Conservatório Real de Haia; o Conservatório de Amsterdã; o Peabody Intitute; e a Royal Academy of Music. Muito bacana. Pude ficar poucos dias na cidade, mas foi o suficiente para desenhar em algumas apresentações.

Outro resultado que gostei. Um sketch com bom uso do vocabulário gráfico e uma composição dinâmica.
Ah, se todos saíssem assim...

O russo Boris Brovtsyn, violino, e o argentino Nelson Goerner, piano.
O russo Boris Brovtsyn, violino, e o argentino Nelson Goerner, piano, no auditório Cláudio Santoro.


Experimentando outra linguagem, das manchas com marcadores e Posca branca, acabei me perdendo um pouco neste sketch.
A figura principal, o violinista, já é bastante interessante visualmente pelo contraste dos cabelos grisalhos com as roupas negras.
Foi um desastre sobrepor a figura a essa massa confusa formada pelo piano, mocinha que vira a partitura e um encoberto pianista.
A mistura de cansaço e timidez (era já tarde da noite e havia uma "platéia" nos bancos de trás) deve ter conduzido-me ao erro
de desenhar mais o que se está vendo do que o produto de uma intelecção. Coisas do desenho de locação.

Outro que não gostei tanto, porém este funciona visualmente.
Faltou espontaneidade e certo "que" de genuinidade, ou em outras palavras "está duro".
Mas funciona.  

Kit para sketches - uma pasta porta fólios A4 e um jogo conciso de marcadores no bolso.

Os músicos sempre apresentam-se em trajes de preto sobre preto, o que dá uma certa monotonia e impessoalidade.
Eles devem ter percebido isso, afinal variam bastante as texturas dos tecidos.
Representar por hachuras essa variação de texturas sem sair da chave escura é um desafio motivador. 

Para quem quiser curtir essa última semana do festival, os ingressos estão a venda pela internet ou nas bilheterias:

Ingresso Rápido
www.ingressorapido.com.br  
T 4003-1212 – Para todo o território nacional
De segunda a sábado das 9h às 22h e domingos e feriados das 12h às 20h.

Sala São Paulo
Praça Júlio Prestes, 16
Campos Elíseos – São Paulo
T 55 11 3223 3966
Segunda a sextadas 10h às 18hou até o início do concerto.
Sábadoquando houver apresentaçãodas 10h às 16h30 ou até o início do concerto.
Domingo e feriadoquando houver apresentaçãodesde duas horas antes do concerto.

Praça do Capivari
Diariamentedas 10h às 20h.

Auditório Claudio Santoro
Av. Dr. Luís Arrobas Martins, 1.800
Alto da Boa Vista – Campos do Jordão
Diariamentedas 14h até o início do concerto.
Quando houver apresentação às 11 horas, a bilheteria abrirá às 9h.
Em dias em que não  concerto, a bilheteria permanecerá fechada. 

Ou então, quem sabe, ano que vem nos encontremos por lá.

ATUALIZAÇÃO: achei um vídeo da apresentação de Hagai Shaham em que o desenhei.